Roberto Aprova #4 : Dust: An Elysian Tail

Olá, pessoal! Tudo bem? Hoje é dia de mostrar para vocês um jogo que fez meus olhos brilharem: estou falando de “Dust: An Elysian Tail”. Lançado para Xbox 360 e PC, o jogo mescla elementos de RPG, Hack n’ Slash, plataforma e traços característicos de anime, tudo dentro de um mundo em 2D. E isso foi, para mim, o fator crucial para adquiri-lo.

Hoje em dia muitos jogos tem gráficos extraordinários, mas muitas das vezes o seu gameplay deixa a desejar. Em “Dust” isso não acontece, o jogo une tudo de clássico e transforma em algo lindo de jogar. Faça combos incríveis, explore o cenário em busca de tesouros, encante-se. Difícil imaginar que ele foi idealizado por apenas uma pessoa: Dean Dodrill. Sem falar da trilha sonora magnífica – feita pela Hyper Duck Studios –  que remete muito aqueles RPG’s clássicos como “Legend of Mana”. (No final deste post vou deixar a trilha sonora pra vocês escutarem)

O gameplay é bem fluído, os comandos são bem simples e à medida que o jogo avança, Dust aprenderá novas habilidades que servirão tanto pra exploração quanto para o combate. Isso é mais uma qualidade do jogo: ele não é linear. Claro, você pode seguir a história direto, mas deixará vários equipamentos escondidos para trás. Pra quem gosta de RPG de exploração, “Dust: An Elysian Tail” é um prato cheio. O sistema de combate é aberto, permitindo a execução de combos tanto em solo como aéreos.

Dust: An Elysian Tail surpreende por seus belos gráficos.
Dust: An Elysian Tail surpreende por seus belos gráficos.

Agora chega de enrolação e vamos à história. Em uma clareira na floresta, temos aquele que dá nome ao título do jogo: Dust. Ele acorda sem nenhuma lembrança do seu passado e de como foi parar ali. Então surge a espada mágica falante Ahrah. Ela diz a Dust que o seu destino já está determinado e que ela o ajudará em sua aventura, na qual simultaneamente Dust vai recuperando suas memórias. Também temos a simpática criaturinha com voz de criancinha e guardiã de Ahrah: Fidget. Ela possui feitiços que quando usados em conjunto com a espada causam dano em quase toda a tela. Juntos eles irão descobrir a razão dos monstros terem dominado o mundo de Falana e a perda de memória de Dust.

maxresdefault (1)

Com a indústria de games de hoje tendendo cada vez mais para os jogos com gráficos beirando a realidade, “Dust: An Elysian Tail” vem para provar que os games indies ganham cada vez mais força nesse cenário, de maneira merecida. O jogo te prende tanto na história quanto nos belíssimos gráficos e fácil jogabilidade.  Se você se identifica com este estilo de jogo, vale muito a pena dar uma conferida em “Dust: An Elysian Tail”. Aprovado!

85

Trilha sonora do game: https://www.youtube.com/watch?v=1Q6wjM4blJk&list=PLlvXGetzr0FBSC6xKTJY8H9UX8-YIgNVh

Trailer oficial do game: https://www.youtube.com/watch?v=6tMMbAXhCNU

Facebook Comments

Roberto

Fanático por Segunda Guerra Mundial, amante de cultura japonesa e viciado em café nas horas vagas.

2 comentários em “Roberto Aprova #4 : Dust: An Elysian Tail

  • 23 de outubro de 2014 em 03:20
    Permalink

    Caaaaaaaara, eu ia comprar esse jogo =(((
    Quando eu ia comprar, acabou a promoção na Steam AHAHHA.
    Vou ficar de olho porque sempre abaixa os preços =P
    Parecia lindo mesmo ! *O*
    Eu preferi comprar Bastion e não me arrependi – também tem jogabilidade boa, trilha sonora showww e gráficos lindoss.

    Comprarei Dust da próxima vez! ;D
    Ótima resenha! 🙂

    Resposta
    • 23 de outubro de 2014 em 22:22
      Permalink

      Obrigado pelo elogio, Priscila! Dust é um jogo ótimo, comprei justamente nessa promoção XD E Bastion está na minha lista de desejos lá 😛

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *