Review: Game of Thrones: The Game – Ep. 5 “A Nest of Vipers”

“Escorregando no gelo”

Apesar de ser uma empresa recente no mercado de games – principalmente se contarmos apenas a partir dos grandes lançamentos – a Telltale Games já possui algumas tradições. Uma delas é o roteiro sempre bem escrito, forçando o jogador a ter de fazer uma escolha de Sofia a cada 10 minutos de jogo. Outra tradição é o penúltimo episódio sempre ser bem inferior aos demais. De alguma forma estranha, a Telltale conseguiu juntar esses dois hábitos em “A Nest of Vipers”.

Vamos ao clássico resumo do que tinha acontecido ao fim do episódio anterior (se ainda não jogou, vai levar spoilers). Asher invadiu Meeren assim como Daenerys mandou – mas não sem alguns contratempos, claro – e agora quer a sua parte do trato: o seu exército. Mira Forrester descobriu o plano de Andross, o enviado de Lord Whitehill: contratar um exército mercenário para acabar de vez com os Forrester – como se estivesse precisando disso tudo atualmente né. Gared havia encontrado a irmão de seu amigo Cotter ao norte da Muralha e Rodrik reencontrou um visitante indesejado em seu retorno…Ramsay Snow.

Cara, eu odeio Ramsay Snow. Não exatamente por ele ser debochado ou por ele ser um filha da puta como poucos em Game of Thrones…mas por ele aparecer o TEMPO TODO. Na quinta temporada da série tivemos uma overdose de Ramsay e agora no game somos obrigados a reencontrá-lo. O pior de tudo é que a Telltale te força a interpretar um personagem (Rodrik) que quer matá-lo, mas você jogador sabe que o bastardo do Bolton não pode morrer, afinal…ele é um personagem do livro, não é?

1436986346-got-105-finalKing’s Landing maravilha, nós gostamos…mentira ninguém gosta desse lugar.

É frustrante. Talvez essa seja a palavra que defina o quinto episódio. Frustrante. Calma, calma, tiveram coisas boas sim! O núcleo de Asher melhora a cada episódio, talvez seja o único que efetivamente progrida nessa história! Pouco a pouco ele se torna o mais carismático dos protagonista do jogo: a Telltale definitivamente está sabendo escrever o seu roteiro. A última cena do episódio pode ter sido a melhor de todo o game até agora, quase me levando às lágrimas (eu disse quase, até agora só o ato final da primeira temporada de The Walking Dead conseguiu esse feito). As escolhas parecem mais difíceis do que nunca, tanto que uma delas me obrigou a dar pause no jogo, largar o controle e efetivamente começar a pensar no que deveria fazer – embora eu não saiba se isso surtirá qualquer efeito no futuro.

pit-fight-1920x1080.0Spoiler dessa parte do episódio: Asher fala “biscoito” e o outro cara fala “bolacha”. Só havia um jeito de resolver essa disputa…

Entretanto…ainda fico com a sensação de frustração. Sabe quando o plot simplesmente parece forçado? Foi essa a sensação que tive em algumas cenas. Me parece que a ideia da Telltale para esse episódio era “olha só, vai dar muita merda, mas tipo muita mesmo, daquelas que deixa o jogador se perguntando como que essa história vai fechar no sexto episódio”. E a ideia ficou tão legal na cabeça dos roteiristas que simplesmente ficaram tentados a fazer essas reviravoltas acontecerem de qualquer jeito! Afirmo categoricamente aqui: algumas das cenas simplesmente NÃO FAZEM SENTIDO!

Nest-of-Vipers-Rodrik-1Vida mais ou menos, deixa eu ficar aqui olhando pra minha lareira…

Não vou comentar sobre a participação de Mira nesse episódio por dois motivos. Primeiro: nada de importante aconteceu nele. Absolutamente NADA. No episódio passado jogamos pouco com ela, mas ficamos com a impressão de que a coisa estava andando…e nesse episódio simplesmente tudo parou. Segundo motivo pelo qual ficarei quieto: pode ser que no sexto episódio aconteça algo muito foda que explique porque esse episódio ocorreu dessa forma, o que me faria queimar a língua. Então ficarei na minha.

cerseimiragot105jpg-c6ff77Novidades no núcleo de Mira Forrester: Cersei mudou de vestido. É isso

Sobre Gared Tuttle: não faço a menor ideia do que pensar. Mesmo. Se o objetivo da Telltale era causar esse tipo de confusão em mim e nos jogadores em geral, parabéns, conseguiu. Vamos ver o que dá essa história.

“A Nest of Vipers”, o quinto episódio do jogo de Game of Thrones, foi o pior até agora. Mas até mesmo o pior dos episódios presenteou os jogadores com grandes cenas, diálogos de cortar o coração e um final que se não te deixar ansioso pro desfecho do jogo, eu não sei o que vai te deixar. Só espero que a Telltale escreva o próximo episódio e não me fruste tanto com algum outro encontro chato com Ramsay ou reviravoltas forçadas.

75

Facebook Comments

Lucas Bastos

Mestre em Comunicação, 7,8 na escala Nerd, fã obsessivo de FMA, Marvel fanboy e defensor da tese de que George Martin é melhor que Tolkien.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *