Review: Duels of Planeswalker: Origins

magic

Finalmente saiu o novo Duels of Planeswalker: Origins, a inovação da série DoP. O jogo Free-to-Play foi lançado em julho de 2015, até então para IOS e PC pela Steam, e futuramente para Ps4 e Xbox One. O game chega com a promessa de ser a evolução da franquia, mas ainda tem muito a progredir.

O game tem como edição básica a “Magic Origins”, com 251 cartas, entre elas 5 Planinautas, os personagens principais da história. No modo campanha jogamos as histórias de Jace, Chandra, Liliana, Gideon e Nissa, mostrando a sua juventude até ascenderem a Planeswalker.

3.Ipad_D16-Campaing-Ladder_-copy

 

Entretanto a história da Liliana conta algo a mais: quando nós chegamos no ultimo duelo enfrentamos os quatro demônios com quem ela fez pacto! Sim, você combate Griselbrand e Kothophed, e ainda descobre o nome e a imagem dos outros dois, que até então não haviam sido revelados (Razaketh e Belzenlok).

11800436_931787826857877_5393025922234597864_n

 

O jogo apresenta algumas inovações. Uma delas é que pela primeira vez na franquia será usado as cartas de Planinautas e o retorno do modo gigante de 2 cabeças, formato que permite que os jogadores joguem 2v2. O game tá bem didático: quando aparece alguma habilidade que o jogador não conheça é oferecida uma explicação do funcionamento, abrindo um pequeno tutorial ensinando sobre a skill em questão. Logo depois você pode voltar a para sua partida. Isso faz com que o jogo se torne mais acessível para novos jogadores. Outra novidade apresentada é um modelo parecido com a de Hearthstone, com moedas que podem ser compradas com dinheiro de verdade ou conquistadas enfrentando AI ou PvP e fazendo as missões diárias. Esse dinheiro serve para comprar os pacotes, que vem com 6 cartas, permitindo que se monte  decks. Haverá expansões frequentes que refletirá os mais recentes sets de “Magic: The Gathering”. Essas futuras edições serão vendidas na loja do jogo.

duels5

 

Por mais que esse game apresente novidades existem problemas que podem acabar desmotivando o jogador. Tem ocorrido instabilidade na conexão e o jogo exige que para salvar o progresso você esteja conectado, ocasionando episódios como os de players que demoraram três horas pra passar de uma parte da campanha e assim que conseguiram vencer descobriram que estava desconectado. Mesmo pedindo à reconexão, o jogador teve que refazer tudo pois não havia sido salvo. Outro incômodo é o tempo do Time Stop: é muito rápido e às vezes não responde, impossibilitando ações que podem ser cruciais pra vitória.

“DoP: Origins” precisa de reparos para que possamos ter a experiência que ele promete. A conexão e a resposta do jogo tem que ser melhoradas. Por outro lado, o tutorial é muito bom pra quem está começando nesse mundo do Magic. Acho que o jogo tem potencial, mas por agora é preciso esperar que os desenvolvedores corrijam as falhas já reconhecidas pelos próprios e confiar nas próximas atualizações.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *