Perfil: Kirby

Se você é fã da Nintendo, certamente já ouviu falar de Kirby, a simpática bolinha rosa sugadora de inimigos. E no perfil de hoje vamos acompanhar a trajetória deste que se tornou um ícone de sucesso da BigN.

Kirby foi criado por Masahiro Sakurai, integrante da HAL Laboratory. Ele simplesmente desenhou uma bolinha com rosto e colocou em um de seus jogos para testar. Masahiro viu potencial ali para criar uma nova franquia para a Nintendo e mostrou sua criação para o nosso saudoso Satoru Iwata, que aperfeiçoou a ideia até chegar ao Kirby que nós conhecemos. O nome de Kirby teria vindo de uma companhia ocidental de aspiradores de pó, a Kirby Corporation. O que explicaria a sua habilidade de aspirar seus animigos.

O primeiro jogo da franquia Kirby foi no Game Boy.
O primeiro jogo da franquia Kirby foi no Game Boy.

Seu jogo de estreia foi em 1992, para o portátil Game Boy. “Kirby’s Dream Land” foi o pontapé inicial para o sucesso da franquia. Aqui Kirby ainda não tinha a sua famosa característica: roubar o poder de seus inimigos. Ele apenas os sugava e atirava depois como projétil. No jogo, nosso simpático protagonista ia em busca do vilão King Dedede, que roubou toda a comida de Dream Land. Sua sequência viria em 1993, já no final da era do Nintendinho. O jogo abusava do hardware do console e conseguiu usar o máximo de seu recurso gráfico. Aqui a marca registrada de Kirby já dava as caras, a capacidade de roubar as habilidades dos adversários.

Kirby dava as caras no Nintendinho. Belos gráficos mesmo no fim da vida do console.
Kirby dava as caras no Nintendinho. Belos gráficos mesmo no fim da vida do console.
Com um console mais avançado, Kirby não fez feio no Super Nintendo. Kirby Super Star é um dos clássicos do console.
Com um console mais avançado, Kirby não fez feio no Super Nintendo. Kirby Super Star é um dos clássicos do console.

Um dos jogos mais famosos da franquia foi no Super Nintendo, em 1995. “Kirby Super Star” é colorido, divertido e carismático. Se o jogo de 93 do NES era bonito, no SNES ele fica ainda melhor. Sem contar que é um jogo bem grande e os minigames incluídos no cartucho adicionavam ainda mais horas de diversão.

E porque não falar também em outra franquia de sucesso da HAL Laboratory na qual Kirby também está presente? Lembro até hoje o quanto eu curtia jogar com ele em “Super Smash Bros” no Nintendo 64, vendo como ele ficava aspirando cada um dos personagens do game. Com certeza eram partidas e mais partidas de pura diversão.

smash
O bom e velho Super Smash Bros do N64! Muitas horas jogando com os amigos!

Para vocês terem ideia de como Kirby é um personagem popular, a própria Nintendo em parceria com a HAL Laboratory produziu um anime intitulado “Hoshi noKaabii” no Japão e nos Estados Unidos como “Kirby: Right Back at Ya“. O anime conta a história dos habitantes do planeta Pop Star e as aventuras de Kirby contra Dedede depois que a nave da bolinha rosa cai no planeta.

Kirby também já teve seu próprio anime!
Kirby também já teve seu próprio anime!

Em sua trajetória de jogos, desde o Game Boy até os dias de hoje no WiiU, Kirby deixou sua marca de fofura e carisma por onde passa. Mesmo sendo uma bolinha de pinball, como em Kirby’s Pinball Land, ou também sendo uma bola só que dessa vez de golf em Kirby’s Dream Course e até boneco de lã em Kirby’s Epic Yarn, o fato é que ele ainda conquista e agrada inúmeros fãs mundo afora.

Facebook Comments

Roberto

Fanático por Segunda Guerra Mundial, amante de cultura japonesa e viciado em café nas horas vagas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *