Perfil: Joel (The Last of Us)

“Não importa o que aconteça, você está sempre lutando por algo” (Joel).

Não é segredo para ninguém o sucesso que “The Last of Us” fez em sua estréia. Sua história e seus personagens marcantes são os grandes responsáveis por isso. Por isso, resolvi falar sobre Joel, um dos protagonistas do game.

Joel nasceu em 26 de setembro, em algum momento da década de 80 (possivelmente ’84-’86) e cresceu no Texas com seu irmão Tommy. No começo do jogo vemos Joel já adulto morando com sua filha, Sarah. Nessa época, ele levava uma vida de pai solteiro, preocupado com a hipoteca e em como cuidar uma criança. Em uma determinada noite, a menina esperava o pai chegar em casa, pois era aniversário dele e ela queria entregar o presente. Nessa mesma noite, ocorre o inicio da infestação do fungo. Em meio ao caos, o protagonista tenta salvar sua filha desesperadamente, mas quando por acaso encontra um soldado que, em um momento inicial o tinha ajudado, este atira em sua filha, obedecendo ordens superiores de eliminar qualquer um sob suspeita de estar infectado. A vida de Joel é salva pelo seu irmão, Tommy, que mata os soldados, mas sua filha não teve a mesma sorte. Esse evento teve um efeito devastador na vida de Joel.

joel e ellie

Joel, mais novo, e sua filha Sarah.

20 anos depois, vemos Joel já virando um cinquentão. Mas o que percebemos imediatamente é que ele é só a sombra do que já foi um dia. Agora ele sobrevive realizando entregas com sua parceira Tess, fazendo tudo que é necessário para sobreviver. Em um dessas missões, os dois são contratados por Marlene, a líder de uma facção chamada “Vaga-lumes”. Os dois “entregadores” foram contratados para fazer um serviço aos Vaga-lumes, e o pacote era uma menina chamada Ellie. Essa garota é parte importante da história de Joel.

Por mais que ele tenha perdido a filha e isso o assombre, Ellie acaba gerando sentimentos já esquecidos em Joel esquecido. A ligação entre os dois é muito bonita, apesar dela levar tempo para se desenvolver. Pois assim que se conheceram, os dois não se gostaram: só que com o tempo a menina começou a lembrar a filha que ele tinha perdido. Essa relação cresce mais ainda quando a Tess morre (spoiler, foi mal.). E tal carinho é mútuo: isso fica evidente no capitulo “Inverno”, no qual a menina defende Joel com todas as forças.

joel e ellie 2

Joel e Ellie: uma parceria improvável.

A questão é: por que o Joel é um personagem tão bom? Eis os motivos: ele é um cara de meia idade, com uma vida triste pra caramba, mas compensa esses infortúnios sabendo atirar como um louco e arrebentar as pessoas na porrada. Até aí tem um milhão de personagens semelhantes, mas sua personalidade e consciência são bem desenvolvidas: você consegue perceber as suas emoções. E um dos fatores pelos quais para mim ele é ótimo é exatamente por essa humanidade latente: ele tem dilemas, condutas controversas (não vou falar quando isso se manifesta porque se não darei outro spoiler). Isso que é especial em Joel: ele acaba tendo uma atitude completamente humana e você até para e pensa “poxa, eu poderia ter feito o mesmo”.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *