Review: “GoT: The Game” – Ep. 2 “The Lost Lords”

“A chama da esperança ainda arde no Norte”

Você se diz fã das Crônicas de Gelo e Fogo e de Game of Thrones mas ainda não começou a jogar “Game of Thrones: A Telltale Game Series”? Então já está na hora de rever seus conceitos. O jogo, desenvolvido pelas competentes mãos da Telltale Games está dividido em 6 episódios. O primeiro deles eu mesmo escrevi a review aqui na Drop Hour – você confere o link aqui http://drophour.com.br/2014/12/10/review-got-the-game-ep-1-iron-from-ice/ . O segundo episódio, “The Lost Lords”, foi lançado no início desse mês e, após ter zerado-no, posso afirmar: George Martin ficaria orgulhoso.

GoT_102_LostLords_KeyArtImagem promocional do Episódio 2: The Lost Lords

A PARTIR DE AGORA DAREI SPOILERS DO PRIMEIRO EPISÓDIO DO JOGO, então fique esperto! Ao fim de “Iron from Ice”, a Casa Forrester estava em ruínas: Lord Gregor e seu filho Rodrik foram dados como mortos no Casamento Vermelho. O segundo filho mais velho, Asher, encontrava-se exilado nas terras do leste. Ethan, obrigado a assumir o posto de senhor e Ironrath mesmo tão novo, foi covardemente assassinado por Ramsay Snow. Mira Forrester, isolada na corte real em King’s Landing, quebra a cabeça para descobrir como poderia ajudar sua família. E Gared Tuttle, o escudeiro leal aos Forrester, marchava para a muralha. O que poderíamos esperar então do segundo episódio?

Ramsay_murders_EthanEsse dia foi louco

Esperança. É isso que o roteiro brilhante do segundo episódio nos proporciona. Malcolm, irmão de Lady Forrester e tio de Asher consegue encontrar seu sobrinho em Yunkai – em tempo recorde – e avisa sobre a situação pela qual sua família está passando. Descobrimos durante o episódio que nem todos os Forrester estão mortos e que um casamento pode garantir à Casa o exército que ela precisava para combater os Whitehill. Mira pode ter, em suas mãos, a chance de virar o jogo para sua família…basta ela querer aproveitá-la. E Gared Tuttle descobre que a vida na Muralha não é fácil, mas que sempre pode piorar…

Asher-noscaleAsher, please come to Ironrath

Mas o interessante é que a mesma esperança que a Telltale nos dá, ela mesma tira. Ou melhor: suas escolhas podem fazer todos os planos irem por água abaixo. Nenhum lugar é seguro, nem mesmo Ironrath; inimigos não param de aparecer, às vezes até mesmo das sombras; e os Whitehill fazem questão de lembrar quem está dando as cartas…pelo menos por enquanto. A esperança é mesmo a última que morre, mas estamos jogando “Game of Thrones”, então na dúvida é melhor ir preparando o seu funeral.

B8zyML8CEAAYucEMira, por favor, continue assim…nem pense em virar a nova Sansa.

Se para o roteiro eu só tenho elogios, sobre a jogabilidade de “The Lost Lords” eu tenho algumas ressalvas. Por mais que as escolhas continuem bastante pertinentes e a interação com o ambiente tenha melhorado consideravelmente, a Telltale continua errando ao oferecer um jogo com péssimo frame rates e transição ruim entre cenas. Às vezes algumas falas entram no tempo errado, ou a tela congela durante uns 5 segundos, e esse tipo de defeito acaba com a fluidez da história. Com relação aos personagens baseados inteiramente no seriado de TV, dessa vez temos Jon Snow fazendo sua estreia no jogo, um ingrediente a mais para as fãs apaixonadas por Kit Harington.

TelltaleThronesEp2-640x358O galã Kit Harington e sua versão Telltale: o cabelo arrumadinho cheio de frescura é o mesmo

“The Lost Lords” é uma fantástica continuação do início promissor da Telltale Games. Com um roteiro cheio de surpresas, introdução de novos personagens à trama, referências aos livros e série, além de diálogos de cortar o coração, o segundo episódio da franquia mantém o hype lá no alto e nos deixa ansiosos para saber até onde a Telltale pode chegar com uma história tão boa em mãos.

95

Facebook Comments

Lucas Bastos

Mestre em Comunicação, 7,8 na escala Nerd, fã obsessivo de FMA, Marvel fanboy e defensor da tese de que George Martin é melhor que Tolkien.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *