Review: CCXP – Dia 7

“Dividir para conquistar – e comprar!”

Continuando nossa cobertura da Comic-Con Experience, essa é a review da nossa participação no último dia de conferência.

Nesse dia em questão, a equipe da Drop Hour adotou a estratégia de dividir para conquistar. O evento era muito grande – quase 40 mil m² – e recheado de opções do que fazer. Alguns de nós preferiram encarar as longas filas de estandes famosos como Panini e Comix, para aproveitar as promoções de HQs. A variedade era muito grande, maior do que a que costumamos encontrar em Bienais do Livro. Outros de nossa equipe optaram por aproveitar a distribuição gratuita de cartazes de filmes. As opções variavam desde “Star Wars” à “Avengers: Age of Ultron”. Taí uma bela lembrança do evento, não é?

10735897_763266377075816_1988640177_nSim, compramos Sabres de Luz.

O Artist’s Alley era sempre uma opção para os geeks, com exposição de obras de autores brasileiros e internacionais. Os estandes ofereciam artes ou obras completas por baixo custo e com direito à autógrafo dos autores. Nosso colunista Serrão conseguiu um autógrafo do consagrado Scott Snyder (Batman)!

10836207_763283793740741_1651990373_nNão precisa de legenda, né galera?

Claro que havia também a opção consumista. Além de HQs, era possível comprar no evento: figures, lembrancinhas, chaveiros, camisas, itens exclusivos…aliás, falando em itens exclusivos, em janeiro a Drop Hour tem uma surpresa para vocês: aguardem! A única ressalva era talvez  a quantidade de itens à disposição: muitos estandes vendiam as mesmas figures, o que prejudicou os fãs em termos de variedade de gostos. Quem gosta de mangás, por exemplo, ficou sem muitas opções.

20141207_113819_Burst03O Mew só estava à venda através de GameShark

Os cosplays foram um show à parte: muitos dedicados cosplayers desfilaram suas fantasias pela Comic-Con. Heróis, vilões, robôs, famosos ou até um pouco mais desconhecidos, diversos personagens deram mais vida ao evento. Nós, da Drop Hour, tiramos fotos com diversos cosplayers: uma pequena amostra do material você confere ainda nesse texto, mas o resto das fotos você confere em nosso instagram: http://www.instagram.com/drophour.

madokaMadoka!

Outras atrações, como a sessão de autógrafos e fotos com Jason Momoa, continuavam ocorrendo até mesmo no último dia 7. E cada vez que o ator aparecia em público era um verdadeiro alvoroço: avesso à protocolos, ele chegou a passear livremente – e rapidamente – pela convenção, e foi abordado por diversos fãs. Em outro momento, quando falava sobre sua participação futura no longa “Aquaman”, novamente interagiu com o público. Inclusive um momento histórico para a Drop Hour ocorreu nesse dia: nosso intrépido Serrão conseguiu dar um “brofist” com o grande Khal Drogo, um breve instante épico que, infelizmente, não possui registro em fotos – até agora pelo menos: se você tiver uma foto dessa cena, POR FAVOR NOS ENVIE! O nosso email é contatodropour@gmail.com

cosplayAquisições da Comic-Con Experience

Outros destaques do dia: a divertida palestra da JBC, com Cassius Medauar e sua equipe, que nos contou um pouco sobre como é o dia de trabalho na empresa, como eles decidem quais mangás trazer ao Brasil e qual é o processo para você tornar-se um novo membro desse competente time. A fila de entrada, nosso grande algoz no primeiro dia de participação, desapareceu: mais bem organizada, a entrada do evento levou míseros 15 minutos de nosso tempo. Alguns estandes de empresas menores ofereciam produtos diferentes, como Card Games, por exemplo, diversificando mais ainda o já extenso evento.

10735881_763266370409150_298027272_nA vontade era sair de lá assim

Essa foi a nossa review do segundo dia de participação da Comic-Con. No saldo geral, esse dia foi mais proveitoso do que o anterior, muito pela possibilidade de se deslocar mais pelo espaço do evento e usufruir de experiências diferentes. Caso você queira saber mais sobre como foi a Comic-Con Experience, fica de olho no nosso canal do Youtube, que muito em breve postaremos um vídeo com nossas análise sobre o evento, se valeu à pena ou não. Vale à pena conferir, então fica ligado!

Facebook Comments

3 comentários em “Review: CCXP – Dia 7

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *