Opinião: Supernatural: porque continuar?

O que fazer quando uma série que acompanhamos há nove anos começa a cair? E até quando devemos acreditar em uma série? Hoje vou falar sobre Supernatural e os sentimentos que ela tem me trazido.

Supernatural estreou em 13 de setembro de 2005. Produzida pela Warner, a série conta a historia de dois irmãos, Dean e Sam Winchester, caçadores de seres sobrenaturais, que receberam treinamento do seu pai para realizar tal tarefa. Essa família tinha como objetivo destruir o demônio que matou a mãe dos garotos. O tempo passou, Sam cresceu e resolveu seguir outro caminho: entrou na faculdade, arrumou uma namorada, etc. Porém, o demônio também tirou a vida de sua parceira. Tal fatalidade fez Sammy voltar a caçar coisas sobrenaturais e matar monstros, voltando ao negocio da família!

A historia era interessante, o relacionamento dos irmãos era caótico mas eles se gostavam bastante, e passaram a temporada inteira procurando o pai que desapareceu. Nessa busca eles conhecem pessoas que precisam de ajuda. A primeira temporada termina de um jeito muito maneiro, dando vontade de ver a segunda temporada. Esta, por sua vez, deixa o espectador maluco ao ver o sacrifício de um pai pelo seu filho e como essa atitude deixa os personagens abalados. Essa também é a temporada que lança mais perguntas no ar, como por exemplo, por que Sam desenvolveu poderes psíquicos e por que outras pessoas também têm essas habilidades? O demônio que matou a mãe e a namorada de Sam era conhecido como “O demônio de olhos amarelos” ou “Azazel”, e ele tinha planos para o pobre do rapaz. Sam chega a morrer, e seu irmão Dean faz um pacto infernal para salvar seu irmão, tudo que lhe restou de sua família. Mas nessa altura ele já tem outros amigos pra contar, como Ash, Jo, Ellen e Bob.

A terceira temporada roda em torno de salvar a alma de Dean, fadada ao inferno . Esse arco foi muito interessante e emocionante: os irmãos estavam unidos pela vontade de salvar o irmão condenado. Também é nessa época que as crises entre os irmãos começam a ser mais claras, e o fracasso em salvar Dean piora tudo.

É na quarta temporada que as coisas começam a tomar uma proporção muito maior. O fim do mundo está perto e os senhores do inferno estão querendo despertar Lúcifer (é, o bagulho ficou doido) e os irmãos Winchester estão no meio dessa bagaça. Existem 66 selos para invocar o rei capiroto e esse processo foi iniciado quando Dean quebrou o primeiro selo. Logo, só ele pode resolver isso. É nessa temporada que o Sam começa a fazer altas coisas erradas que acabam levando à soltura do Primeiro Anjo caído.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *