5 excelentes passagens das Crônicas de Gelo e Fogo

O grande escritor George R. R. Martin sempre ficará marcado em minha vida pela sua capacidade ímpar de nos oferecer personagens profundos, complexos, cinzas em caráter e brilhantes ao ponto de brindar o leitor com grandes diálogos. Nesse texto, resolvi separar 5 passagens que considero as melhores das Crônicas de Gelo e Fogo – pelo menos até agora, ainda temos mais livros pela frente. Além de citar os trechos, indico qual personagem é o responsável por ele, em qual livro acontece e explico porquê o considero tão interessante.

Sem mais delongas, vamos à lista:

1. “Para eles isso ainda é um jogo, um torneio com um grande cenário, e tudo o que vêem é uma possibilidade de glória, honra e despojos. São rapazes bêbados de canções e histórias e, como todos os rapazes, julgam-se imortais.
– A guerra vai torná-los velhos – Catelyn respondeu – como nos tornou – ela era uma garota quando Robert, Ned e Jon Arryn ergueram seus estandartes contra Aerys Targaryen e uma mulher quando a luta terminou – Sinto pena deles (…) Porque não durará – Catelyn disse com tristeza – porque eles são cavaleiros do verão, e o inverno está chegando” – (Catelyn Stark – A Fúria dos Reis).

Não gosto da Catelyn e acho algumas atitudes suas simplesmente incompreensíveis – o desprezo por Jon Snow, libertar o Regicida em plena guerra… Mas essa passagem dela é uma das mais ricas da Fúria dos Reis e marca muito bem o que era a Guerra dos Cinco Reis. No livro anterior lemos Cersei falar que tudo é apenas um jogo, o jogo dos tronos. Mas ela acrescentava: ou você vence ou você morre. Mas alguns personagens não vêem esse lado cruel do jogo. É o caso de Renly Baratheon e seus cavaleiros, que se julgam imortais. E NINGUÉM é imortal, principalmente nos livros de George Martin. Porque o inverno chega, e chega para todos… (aliás, que bela forma de terminar uma reflexão, com o emblemático lema da casa do falecido marido… parabéns Catelyn).

2. “Nunca gostei de você, Cersei, mas era minha irmã, e nunca lhe fiz nenhum mal. Você acabou com isso. Vou feri-la por causa disso. Ainda não sei como, mas dê-me tempo. Chegará um dia em que você vai se achar a salvo e feliz, e de repente a alegria vai se transformar em cinzas na sua boca, e saberá que a dívida está paga.” – (Tyrion Lannister – A Fúria dos Reis).

Uma das frases mais famosas das Crônicas de Gelo e Fogo, principalmente devido à grande atuação de Peter Dinklage. Em um de seus tensos debates com Cersei, sua irmã e arqui-inimiga, Tyrion mostra que até um homem bom pode perder a paciência e se render ao desejo de vingança. Tyrion é contaminado pelo ambiente a sua volta – a corte de Westeros é cheia de intrigas, crueldade e ressentimentos  – e decide enfrentar de vez sua irmã.  Uma das ameaças mais elegantes já feitas, essa passagem com certeza merece ser decorada.

3. “Acha que o nobre Senhor de Winterfell queria ouvir as minhas débeis explicações? Um homem tão honroso. Bastou olhar para mim para me julgar culpado. (…) Com que direito o lobo julga o leão? Com que direito?”. (Jaime Lannister, A Tormenta de Espadas).

Essa passagem é o verdadeiro plot twist de Jaime Lannister. Desde o primeiro livro somos influenciados a odiá-lo, por sua arrogância, pela facilidade com que mata seus semelhantes, por ter empurrado o Bran da torre… Mas nesse capítulo, no qual ele explica a Brienne porque matou o rei Aerys, entendemos que Jaime tem motivos para fazer o que fez… E por mais que eu seja um fã incondicional de Ned Stark, tenho que admitir que ele errou ao não dar a Jaime o benefício da dúvida. Ned sempre prezou a honra e o dever acima de tudo, e por isso nem ao menos quis ouvir a versão do cavaleiro para o ocorrido. Essa passagem me faz lembrar que uma história tem sempre duas, três, quatro versões diferentes, mas que muitas vezes, seja por preguiça ou conveniência, assumimos uma como verdade inquestionável, batemos o martelo e seguimos nossa vida.

4. “Sim, devia ter vindo mais cedo. Se não fosse o meu Mão, poderia nem sequer ter vindo. Lorde Seaworth é um homem de nascimento humilde, mas recordou-me de meu dever, quando tudo aquilo em que eu conseguia pensar era nos meus direitos. Tinha posto a carroça antes dos bois, disse Davos. Estava tentando conquistar o trono para salvar o reino, quando devia estar tentando salvar o reino para conquistar o trono”. (Stannis Baratheon, A Tormenta de Espadas).

Essa passagem nos apresenta um Stannis que se redime por todos seus momentos de arrogância ou obsessão cega. Esse diálogo com Jon Snow é um dos mais ricos da obra. Pois é nesse trecho que Stannis, indiretamente, aponta o erro de todos os outros reis: eles querem o trono de qualquer jeito, mas não se importam com seu reino. Joffrey era uma criança mimada e sádica; Renly era um rapaz brincando de guerra; Balon iria saquear cada vila em seu caminho; até Robb, tido como o mais virtuoso de todos, só se importava com o seu Norte e com a vingança contra os Lannister. Stannis é o único que percebe que não existe Rei, tronos ou títulos se não houver um reino inteiro. Em nossa vida, por vezes nos esquecemos que só temos direitos se cumprirmos com nossos deveres, independente do quão chatos e difíceis eles sejam.

5. “O sangue dos Primeiros Homens ainda corre nas veias dos Stark, e mantemos a crença de que o homem que dita a sentença deve manejar a espada. Se tirar a vida de um homem, deve olhá-lo nos olhos e ouvir suas últimas palavras. E se não conseguir suportar fazê-lo, então talvez o homem não mereça morrer”. (Eddard Stark, a Guerra dos Tronos).

Um dos trechos mais famosos das Crônicas de Gelo e Fogo, mas normalmente é citado pela metade. Dita ainda no primeiro capítulo – tirando o prólogo – do primeiro livro, essa frase é a melhor de Ned Stark (e olha que o homem é um frasista brilhante). Há duas reflexões contidas nesse trecho, mas nenhuma delas deve ser levada ao pé da letra, afinal, não somos carrascos nem nada do tipo. Primeira: se pregamos um modo determinado de ver a vida, devemos colocá-lo em prática. Você só pode exigir um determinado código de conduta de outras pessoas se você também viver sobre suas regras. Exemplo: só pode exigir coerência quem é coerente. A segunda lição está contida no trecho final. É comum rotularmos pessoas sem nos colocarmos no lugar delas. Se você pudesse ouvir a história de cada pessoa que você já estabeleceu um julgamento pré-conceituoso, será que ainda manteria sua opinião? Ou será que se arrependeria amargamente de suas escolhas?

Essas são as minhas 5 passagens favoritas das Crônicas de Gelo e Fogo. Quais são as suas? Não deixe de comentar! Abraços.

OBS: se você quer conhecer mais 5 passagens bem bacanas das Crônicas de Gelo e Fogo, não deixem de conferir a parte 2 desse meu texto. É só clicar aqui: http://drophour.com.br/2017/04/27/mais-5-excelentes-passagens-das-cronicas-de-gelo-e-fogo/. Divirtam-se!

Facebook Comments

Lucas Bastos

Mestre em Comunicação, 7,8 na escala Nerd, fã obsessivo de FMA, Marvel fanboy e defensor da tese de que George Martin é melhor que Tolkien.

3 comentários em “5 excelentes passagens das Crônicas de Gelo e Fogo

  • 25 de agosto de 2015 em 10:28
    Permalink

    O diálogo entre Tyrion e Jon, também no primeiro livro, considero um dos melhores:

    “Deixe-lhe dar um conselho, bastardo – disse Lannister. – Nunca se esqueça de quem é, porque é certo que o mundo não se esquecerá. Faça disso sua força. Assim, não poderá ser nunca a sua fraqueza. Arme-se com esta lembrança, e ela nunca poderá ser usada para magoá-lo.”

    Resposta
  • 11 de Maio de 2016 em 00:38
    Permalink

    Inspirado nessa grande série e na frase de Cersei, eu inventei a minha própria:
    “O Natureza é perigosa,inconstante e hostil mas não cruel. Somos nós os cruéis, pois o coração humano é facilmente corrompido ,frágeis seres propensos à ganância envoltos em sombras de iniquidade e malevolência. Deve estar sempre atento a tudo, nunca sabemos a hora em que virá a guerra.Porque quando se ouve os trovões da batalha e a peleja insurge , você mata ou morre . Não há escapatória.”

    Resposta
  • Pingback: Mais 5 excelentes passagens das Crônicas de Gelo e Fogo – Drop Hour

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *