Cinco políticos polêmicos do mundo nerd

“Ambição, corrupção e abuso de poder: não é o noticiário brasileiro, são apenas alguns elementos do nosso artigo de hoje”

Quem acompanha o cenário político brasileiro atualmente já deve ter percebido que os últimos acontecimentos são tão bizarros e surpreendentes que a realidade parece estar querendo superar a ficção. Esse festival de denúncias, investigações, vazamentos e provas de corrupção entre políticos dos mais diversos partidos, do mais baixo ao mais alto escalão do governo, deixam o brasileiro com a impressão de que hoje acompanhamos uma novela bizarra na qual tudo pode acontecer nos próximos capítulos. Quem ganha com isso são os fazedores de memes, claro, que ao menos nos fazem rir um pouco em meio à tanta desgraça.

Aproveitando o momento político conturbado, resolvi, aqui na Drop Hour, relembrar alguns políticos bem polêmicos do mundo nerd. Cada um a seu modo usou e abusou de seu poder de maneiras bem controversas, adicionando tensão e emoção ao enredo. Muitos plot-twists foram causados por esses personagens, em muitos momentos o amamos, em outros o odiamos, mas o certo é que sem eles provavelmente suas obras não seriam as mesmas. Sem mais delongas, vamos a essa lista dos mais procurados!

1) Frank Underwood (House of Cards)

Frank Underwood Políticos

Esse era o mais óbvio da lista e também aquele que pode ser ligado mais diretamente ao político atual brasileiro. Frank Underwood (vivivo por Kevin Spacey) é um ambicioso político estadunidense que usa tudo e a todos em prol de seu objetivo: tornar-se presidente dos Estados Unidos. Durante a série acompanhamos a ascensão de Underwood dentro da cúpula do poder, processo no qual ele coleciona atos corruptos e moralmente questionáveis, vítimas e claro, poder. House of Cards torna o personagem de Frank Underwood ainda mais polêmico e marcante ao explorar não apenas a trajetória política da personagem, mas também sua vida pessoal. O seu casamento político com Claire Underwood, sua orientação sexual, seu curioso relacionamento com o dono de um humilde restaurante local de Washington, todos esses elementos enriquecem a personagem e oferecem diferentes perspectivas sobre os seus atos, seja oferecendo novas motivações ou apresentando as consequências de sua ambição para as pessoas ao seu redor. Presença certa em qualquer lista de políticos inesquecíveis da cultura pop, Underwood só não é mais polêmico que certos membros do governo brasileiro.

2) Senador Robert Kelly (X-Men)

Senador Robert Kelly X-men Políticos

Quando o assunto é a causa mutante, o senador Robert Kelly apresenta-se como um dos maiores obstáculos a sua existência dentro do universo Marvel. O senador Kelly usa de sua influência e da posição que ocupa para falar, abertamente, contra os mutantes e especialmente os X-Men, alegando que eles são um perigo para a sociedade. Ainda que raramente fale em medidas drásticas como como assassinatos, por exemplo, mais de uma vez se mostrou favorável à ações como registro de mutantes. Para os que tiveram mais contato com os X-Men pelo desenho animado “X-Men Evolution“, Robert Kelly aparece como diretor do colégio frequentado pelos alunos de Xavier, posição a qual ele usava para manifestar seu ódio pelos mutantes. O personagem tem um papel central em uma das melhores HQs da franquia e que foi recentemente adaptada para o cinema: “Dias de um futuro esquecido“. Ainda que na adaptação cinematográfica ele tenha sido cortado, na HQ é o seu assassinato em pleno congresso americano pelas mãos da irmandade mutante que desencadeia todos os eventos retratados no universo distópico e lotado de Sentinelas retratado na história. Discurso de ódio e poder político são uma combinação explosiva, tanto no mundo nerd quanto em nossa realidade. Fiquemos de olho em nossos senadores Kelly!

3) Palpatine (Star Wars)

Palpatine Star Wars Políticos

Palpatine tinha que estar nessa lista não apenas por ser um dos astros da maior franquia da pop culture de todos os tempos, mas por ser um exemplo de como a ambição pode levar um homem longe – e arrasar milhões inocentes no processo. No famigerado Episódio I de Star Wars, Palpatine é apenas um simpático senador de Naboo. Aos poucos acompanhamos sua trajetória em busca de poder e destruição, desde sua subida ao posto de Supremo Chanceller da República Galáctica até ao golpe de estado e instauração do Império Intergalático, que tem em Palpatine seu líder. Assim, nos Episódios IV, V e VI, além de vários livros e na animação “Rebels“, por exemplo, o Imperador Palpatine é o grande inimigo a ser derrotado, o homem que além de comandar um dos governos mais repressivos e ditatoriais da história, é na verdade um lorde Sith! Destaco duas obras nas quais Palpatine ocupa posição de destaque: os livros “Darth Plagueis” e “Lordes dos Sith” mostram o personagem em momentos distintos de sua carreira político, mas em ambos podemos encontrar suas marcas registradas: ganância, lábia e claro, seus relâmpagos mortais. UNLIMITED POWEEEEEEEEER!

4) Joffrey Baratheon (As Crônicas de Gelo e Fogo/Game of Thrones)

Joffrey Baratheon Game of Thrones Políticos

As Crônicas de Gelo e Fogo (ou Game of Thrones, para os fãs da série) são uma obra na qual o poder é o personagem principal. Logo, temos dezenas de bons articuladores políticos, lordes que jogam o jogo dos tronos tentando vencê-lo e não morrer nesse processo. Então porque escolhi destacar Joffrey Baratheon, possivelmente um dos reis mais estúpidos e inexperientes da história? Porque ele é um dos personagens mais odiosos dessa lista. Nos livros e também na série Joffrey é um pirralho cruel, sádico, imbecil ao qual, para o azar de muita gente (especialmente os Stark), recaiu a coroa de Westeros. Joffrey usa sua posição para causar dor aos seus desafetos, promove humilhações públicas a muitos de seus inimigos (especialmente Tyrion) e faz o cenário político dos sete reinos dar guinadas inesperadas a cada decisão impulsiva tomada. Especialmente nos livros, a cada novo capítulo no qual Joffrey aparece o leitor tem a sensação de que ele vai tomar outra decisão tão cruel e descabida que o barril de pólvora de Porto Real finalmente vai pelos ares. Agora só imagina se os Sete Reinos tivessem uma imprensa que investigasse e noticiasse os atos e abusos promovidos por Joffrey Baratheon enquanto Rei… o caos seria ainda maior.

5) King Bradley (Fullmetal Alchemist)

King Bradley Fullmetal Alchemist Políticos

O führer King Bradley é o político dessa lista que consegue reunir em seu personagem elementos como classe, poder político e habilidades de combate. King Bradley é o líder do exército de Amestris em Fullmetal Alchemist, o que o torna também, na prática, líder político do país. Bradley também tem um dupla identidade: além de führer ele é o homúnculo chamado Ira (no mangá e no Fullmetal Alchemist Brotherhood, ainda que no primeiro anime ele seja o Orgulho). Ele foi criado pelo Pai dos Homúnculos, grande vilão da obra, para ser o líder político que Amestris precisava. King Bradley é um dos personagens mais legais da franquia e também um dos mais poderosos. Sua velocidade impressionante, sua habilidade em esgrima e seu olho supremo que tudo vê e antecipa o tornam um combatente nato que coleciona vítimas. Sua ira só pode ser comparada a sua dedicação ao papel que ocupa: seja através da ponta de uma caneta (como quando ordenou o massacre a Ishbal) ou através da lâmina de seus sabres, King Bradley é uma das maiores ameaças ao povo de Westeros, ainda que oficialmente seja o seu líder.

BONUS STAGE: o Governador (The Walking Dead)

Governador The Walking Dead Políticos

Inicialmente ele ia figurar na lista dos cinco, mas já que ele não detém nenhum poder político real, decidi colocá-lo como Bonus Stage do post. Você pensa que a vantagem de um mundo pós-apocalíptico dominado por zumbis no qual a comida está acabando e as grandes cidades sucumbiram é que pelo menos nos livramos dos políticos e suas politicagens, certo? Errado, pois infelizmente um homem resolve tornar-se o líder (e ditador) de uma das poucas comunidades sobreviventes e se autodenomina Governador. Philip Blake incorpora o personagem “Governador” e começa a ditar as regras em Woodbury, buscando proteger as pessoas e manter a ordem. À sua maneira, claro, o que incluiu uso de violência, arrancar membros de seus inimigos, estupros e até batalhas de gladiadores em arenas recheadas de zumbis. Até em um universo pós-apocalíptico nossos governadores arranjam jeito de fazer besteira…

Essa foi a nossa lista de políticos bem polêmicos do mundo nerd. Lembrou-se de outro que merecia estar nessa aqui? Não esqueça de comentar – e cornetar, porque não – a nossa lista e claro, nos diga como ficaria a sua! Abraços!

 

Facebook Comments

Lucas Bastos

Mestre em Comunicação, 7,8 na escala Nerd, fã obsessivo de FMA, Marvel fanboy e defensor da tese de que George Martin é melhor que Tolkien.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *