Isekai Shokudou #3 Impressões semanais

Voltamos para mais Impressões semanais de Isekai Shokudou. E aí, como vocês estão ? Como dito no artigo anterior, Shokudou tem a sua trama, conduzida pelos seus clientes. E  novamente nesse episodio isso aconteceu.

O terceiro episódio continua com a estrutura de contar duas historias. Dessa vez somos conduzidos pelo comerciante e seu neto e a pela princesa solitária.

Vamos começar pela historia, para mim mais interessante.  Alfade é um comerciante muito famoso pelos seus molhos inovadores e pelos usos diversificados de seus ingredientes. Leva o seu neto para conhecer o segredo que ele tem. O que ninguém sabe é que a sua riqueza foi construída através de visitas que ele faz com frequência no Nekoya, pega as receitas e as produz no mundo dele.

Eu não tinha pensado na possibilidade de algum cliente, se aproveitar do restaurante para enriquecer. Por isso eu fiquei bem surpreso. Ate agora nos só tivemos clientes que ficavam felizes apenas por comer a comida e nunca vimos ninguém com outras intenções.

Mas não podemos dizer que é apenas o Alfade que se aproveita do restaurante, pois como o chefe gosta de experimentar novos sabores e aparentemente não sai do restaurante. Alfade sempre leva vários ingredientes para o Restaurante Nekoya e recebe parte dos lucros. Além disso, entrega um prato de brinde. Qualquer prato que ele pedir no menu sai de graça.

Isekai shokudou

Além disso, parece que o título de “Gênio da Inovação Culinária” é uma farsa, pois não é ele quem cria as comidas, e sim o chefe de Nekoya e sua curiosidade que vêm de outro mundo.

A segunda historia é sobre a solitária princesa Adelheid. Que conta o encontro da princesa com o restaurante em dois momentos, o primeiro quando ela era uma criança com o seu avô e o segundo nos dias atuais. Aparentemente ela tem uma doença incurável desde que era pequena. Todos as pessoas a tratavam de maneira distante, fora o seu avô. Como era o único que interagia com ela, ele decide mostrar o seu segredo para ela, que era o  Restaurante Nekoya. Nessa visita ele mostrou à pequena um doce que ele chamava de nuvem. Ela não tem muitas lembranças dessa visita, mas por sorte nos dias atuais ela acaba encontrando o restaurante novamente e dessa vez, descobrimos que o doce chamado nuvem, é na verdade um Sundae.

Isekai shokudou

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *