Darth Vader que me desculpe, mas Obi-Wan é fundamental

Porque Obi-Wan Kenobi é tão importante para Star Wars?

Antes que os mais extremistas fãs de Star Wars peguem suas tochas e lanças, preciso me explicar. Eu AMO Darth Vader. Não tenho dúvidas de que ele é o personagem mais famoso da franquia e um dos vilões mais icônicos do cinema. Com certeza o lorde Sith é o motivo pelo qual milhões de espectadores começaram a assistir os filmes. Mas mesmo assim, se você me perguntar qual personagem merece estrelar mais um longa, não tenho dúvidas de que esse alguém é Obi-Wan Kenobi.

Quando a Disney comprou os direitos de Star Wars e começou a produzir os seus filmes, ela abriu um precedente interessante. Após o lançamento de “Rogue One: uma história Star Wars”, estava aberta a porteira para que alguns longas spin-off preenchessem lacunas  e/ou acrescentassem novos eventos, personagens e tramas ao universo expandido. Em 2018 teremos um outra produção nessa mesma linha: “Solo” contará as aventuras do nosso contrabandista favorito antes do seu encontro com LeiaLuke. Em 2020 sabemos que acompanharemos mais uma aventura do gênero e, felizmente, tudo indica que será a hora de reencontrarmos Obi-Wan.

A riqueza de um personagem bem construído

Já vi muitas pessoas reclamarem da participação de Anakin Skywalker nas prequels. A trilogia, que tinha objetivo de contar como o jovem Jedi sucumbiu ao lado sombrio da Força, para diversos fãs não apresentou um Anakin à altura de Darth Vader. Confesso que nunca me incomodei com isso porque, para mim, as prequels são sobre Obi-Wan. Percebam como a construção do Jedi é, no mínimo, tão interessante quanto à de Anakin.

O jovem aprendiz perde o seu mestre de maneira trágica, em confronto contra Darth Maul. Ele se vê compelido a treinar um jovem – e poderoso – menino nas artes Jedi, para honrar o desejo de seu mestre. Depois, além de ser traído por seu aprendiz, assiste a seus colegas Jedi serem brutalmente assassinados. Ainda por cima é obrigado a praticamente matar seu melhor amigo e cuidar de seu filho – quase órfão graças à Obi-Wan. Esse é um dos personagens mais ricos de Star Wars e se alguém merece um filme solo, tem que ser ele. Imaginem podermos acompanhar o “velho Ben” remoendo seu passado, por exemplo. Muito mais interessante do que assistir NOVAMENTE Anakin e seus dilemas sobre ser bom ou mal, etc.

Em pouco mais de 1 minuto, só uma palhinha da construção do personagem

Um Jedi com (ainda) muita história para contar

Obi-Wan com certeza é um dos Jedi que foi mais explorado pelo universo expandido – seja legends ou canon. Os filmes, as HQs, animações, até mesmo livros ajudam a contar um pouco mais de sua história. Kenobi teve uma vida agitada, seja como aprendiz de Qui Gon Jin, jovem mestre de Anakin, general nas Guerras Clônicas, Jedi refugiado… Mas por incrível que pareça, ainda há muito a descobrirmos sobre o personagem!

Por exemplo: como foi a vida de Obi-Wan durante o seu exílio em Tatooine? Pouco sabemos sobre a reclusão do “velho Ben”. Quais aventuras ele viveu no afastado planeta? Qual influência ele teve na infância de Luke? E não descartemos outros períodos possíveis para a sua história: uma aventura pode ser encaixa durante as Guerras Clônicas, por exemplo. O roteiro também pode envolver a juventude do jovem Jedi, aprofundando sua relação com Qui Gon Jinn.

Esse livro (ótimo, por sinal) atualmente está fora do cânone oficial, então até por isso ele pode servir de inspiração para o roteiro do filme.

Menos batalhas e mais reflexões

Ok pessoal, eu também quero ver batalhas de sabre de luz. De preferência, gostaria de assistir Obi-Wan derrotar mais um Sith. Entretanto, um filme do velho Jedi pode oferecer muito mais aos espectadores: informações e reflexões sobre a Força, os Jedi, etc. Nos novos filmes, confesso que tenho sentido falta de momentos nos quais esses elementos místicos sejam mais debatidos. Eu amei as cenas nas quais Rey e Luke interagiam justamente por se dedicarem a eles. Infelizmente, na maior parte do tempo, assistimos batalhas espaciais ou outras sequências que, a meu ver, não são tão empolgantes.

Um filme do Obi-Wan poderia ser o momento para colocarmos a Força e os Jedi de volta no centro de Star Wars. Já que Rogue One não se dedicou a essa temática – de forma acertada, a meu ver – e tudo indica que Solo não o fará também, que tal o terceiro filme pegar essa tarefa? O velho Ben, isolado em Tatooine, teria muito tempo para refletir sobre essas coisas. Uma conversa com o force ghost de Qui Gon Jinn poderia ser muito produtiva para o cânone.

Obi-Wan tem muito o que pensar sobre sua vida
Ewan McGregor

Não podemos esquecer de um favor que joga muito a favor de um novo filme com Obi-Wan como protagonista: Ewan McGregor. O ator já afirmou publicamente, mais de uma vez, que tem interesse em interpretar novamente o mestre Jedi. Nas prequels alguns atores foram criticados por suas atuações – Hayden Christensen como Anakin, por exemplo. Ewan, por outro lado, costuma ser exaltado por sua participação na franquia. Então que tal unir a fome com a vontade de comer e convidá-lo para empunhar novamente um sabre de luz nos cinemas?

O homem tá voltando…
Conclusão

Até o momento que escrevo esse texto, ainda não temos confirmação que veremos um longa protagonizado por Obi-Wan. Também não tenho ideia de Ewan McGregor realizará seu sonho de interpretar o Jedi de novo. Mas o que tenho certeza é que esse filme seria muito bem-vindo no universo expandido da franquia. Darth Vader que me perdoe e não tente me enforcar por isso, mas o que eu quero ver realmente no cinema são novas aventuras de Obi-Wan Kenobi.

Facebook Comments

About Lucas Bastos

Mestre em Comunicação, 7,8 na escala Nerd, fã obsessivo de FMA, Marvel fanboy e defensor da tese de que George Martin é melhor que Tolkien.

View all posts by Lucas Bastos →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *