Roberto Aprova #6 Shigatsu wa Kimi no Uso

“Superação, sentimentos e música!”

Olá, pessoal! Tudo bem? Mais um Roberto Aprova, e hoje trazendo um mangá que recentemente ganhou adaptação em anime. Logo pela sinopse ele já me encantou, quase fazendo escapar aquela lagriminha. Muito cuidado: este mangá fará você ter uma crise de feels!

Escrito por Naoshi Arakawa e publicado pela Monthly Shonen Magazine, Shigatsu wa Kimi no Uso atualmente encontra-se com nove volumes encadernados.  É também vencedor do prêmio de melhor mangá shonen pelo “37.º Kodansha Manga Awards”.

O mangá conta a história de Arima Kousei, uma criança prodígio do piano. Todos o conheciam e ele era modelo pra todas as crianças apaixonadas por música. Sua mãe fazia com que ele treinasse quase que o dia inteiro, sem interrupções. Por conta disso, Arima se torna uma criança tímida e insegura. Então, as vésperas de um grande recital, sua mãe morre, mas mesmo abalado o garoto participa da apresentação. Porém, enquanto toca, sofre um colapso mental que faz com que não consiga mais ouvir o som do instrumento. Mesmo depois de dois anos, Arima continua sem tocar piano devido a essa sua condição especial. Sua vida passa a ser monótona, ou como ele mesmo diz “sem cores”, mesmo tendo ao seu lado dois grandes amigos de infância, Watari e Tsubaki. Sua vida seguia esse rumo até que um dia Arima é apresentado a Kaori Miyazono, uma linda e alegre violinista que o ajudará a enxergar o mundo de outra maneira. A menina faz com que a alegria e as cores do seu mundo preto e branco retornem, e lentamente ajuda o rapaz a voltar ao mundo da música.

Momento em que Arima perde a audição para o piano, atormentado pela visão da mãe.
Momento em que Arima perde a audição para o piano, atormentado pela visão da mãe.

É incrível como o autor consegue envolver o leitor na história. O drama de Arima com a mãe é de partir o coração, e em certa parte do mangá você pode até sentir raiva em como a mãe, mesmo em uma cadeira de rodas, o tratava. A arte é ótima, tanto no desenho dos personagens, cenário e também nos instrumentos. Você consegue ver as cordas do piano vibrando, mas mesmo que sejam apenas imagens você consegue imaginar o som. Destaco também a profundidade e evolução dos personagens. Todos possuem suas ambições e nenhum é deixado de lado. Watari quer ser jogador profissional de futebol, enquanto Tsubaki almeja o softball. E Kaori vem justamente como o oposto de Arima em personalidade, um verdadeiro espírito livre. A única coisa que os une é a paixão pela música que Kaori quer que Arima recupere.

Mesmo debilitada, a mãe de Arima faz com que ele tenha lições de piano todos os dias durante várias horas!
Mesmo debilitada, a mãe de Arima faz com que ele tenha lições de piano todos os dias durante várias horas!

“Shigatsu wa Kimi no Uso” é um mangá que me surpreendeu em muitos sentidos. É uma obra fantástica, surgindo como uma ótima leitura pra quem gosta de um bom drama. Mesmo que você não seja fã de música clássica, encontrará seu lugar nesse mangá. Para que a leitura ficasse mais interessante, procurei as músicas que são tocadas durante as páginas e li tudo de novo. Garanto pra vocês que é uma experiência única. É realmente outro nível. E aproveitem também para conferir o anime que, assim como o mangá, está magnífico já no primeiro episódio: muito bem animado e fiel ao mangá, sendo um forte candidato a melhor anime desta temporada! “Shigatsu wa Kimi no Uso” não pode passar despercebido! Mais que recomendado e aprovado!

O mangá não é só tristeza não! Tem vários momentos  maravilhosos como este!
O mangá não é só tristeza não! Tem vários momentos maravilhosos como este!

100

 

Facebook Comments

Roberto

Fanático por Segunda Guerra Mundial, amante de cultura japonesa e viciado em café nas horas vagas.

8 comentários em “Roberto Aprova #6 Shigatsu wa Kimi no Uso

  • 23 de outubro de 2014 em 00:31
    Permalink

    Poxa Bebeto, amei a review, me deu feeligs só de ler isso, imagina o mangá D: Escrita impecável, continue assim o/

    Resposta
  • 23 de outubro de 2014 em 02:05
    Permalink

    Menino, você escreve muito bem, viu? Inclusive, eu estava meio alheia nos animes/mangás da vida, porém fiquei até com vontade de dar uma olhadinha nesse. Já vou colocar na minha listinha de animes. HAHAHA o/

    Resposta
  • 23 de outubro de 2014 em 02:06
    Permalink

    Poxa, você escreve muito bem, viu? Eu estava meio alheia a esse mundo de anime/mangás, devido a falta de tempo, mas esse me pareceu bem interessante. Já vai pra minha listinha! HAHAH o/

    Resposta
    • 23 de outubro de 2014 em 02:19
      Permalink

      Obrigado pelos elogios, Nadine! Esse mangá/anime é muito bom! Garanto que você não vai se decepcionar! Abraços!!

      Resposta
  • 23 de outubro de 2014 em 03:14
    Permalink

    Que lindo! Deu super vontade de ler!! 😀
    Principalmente porque agora eu manjo dos paranauê das música tudo UAHEUHAE ( mentira xD).
    Falando sério, eu gosto muito de música clássica! Acho que é exatamente o que eu pegaria pra ler depois de tanto tempo =) (faz muito, MUITO tempo desde que eu li um mangá todo HAHAHA).
    Maneiro, man! Vou acompanhar a coluna =*

    Resposta
    • 23 de outubro de 2014 em 22:18
      Permalink

      Esse mangá é muito bom mesmo! Aproveita que o anime ta fresquinho também! 😀

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *