Roberto Aprova #5 Hollow Fields

“Provando que um mangá pode ser fofo e sombrio ao mesmo tempo”

Olá,  pessoal! Tudo bem? Mais um Roberto Aprova, e hoje a dica é de mangá, mas não um mangá qualquer. Você entenderá um pouco mais dessa história na leitura de hoje!

O que torna esse mangá tão diferente e especial dos demais? Simples: ele é um mangá australiano! Criado por Madeleine Rosca, sua obra foi reconhecida pelo Ministro do Exterior do Japão e premiada entre os quatro melhores com o “International Manga Award”. A série foi publicada em três volumes de Julho de 2007 até Janeiro de 2009 pela Seven Seas Entertainment, e aqui no Brasil pela Editora New Pop em 2010.

A capa da primeira edição pela New Pop! Como não se apaixonar?

Hollow Fields foi um mangá que me chamou atenção já pela capa. Bem colorida e com traço fofinho, um chamativo e tanto. Comprei os três volumes e o que eu recebi em troca foi uma história bem elaborada e profunda, muito além do que uma simples capa pode oferecer. O mangá conta a história de Lucy Snow, uma garotinha matriculada em uma das melhores escolas da região: o Colégio Feminino de Saint Galbat. Na manhã do seu primeiro dia de aula, após pedir informação ela resolve pegar um atalho na floresta e chega a um lugar muito estranho, cheio de engenagens de relógio. A menina logo pensa estar em Saint Galbat, mas irá descobrir que está em Hollow Fields, um colégio bem fora do normal. Assim que ela chega é atacada por uma máquina, e desta sai uma espécie de robô com roupa de empregada chamada Senhorita Notch, que matricula Lucy achando que ela é uma nova aluna da escola. Como eu disse, Hollow Fields não é uma escola comum: ela forma os mais brilhantes cientistas loucos do mundo! Esqueça as aulas de matemática, história e educação física: aqui se aprende a criar dispositivos a partir de peças de um relógio, taxidermia, violação de túmulos e como transplantar partes de animais em outros. Você verá um peixe com cabeça de galinha, por exemplo.

A chegada de Lucy em Hollow Fields. Mal sabe ela o que a espera…

No outro dia, Lucy é chamada, juntamente com todos os outros alunos, para o salão principal e conhece a temida Senhorita Weaver, a diretora da escola. Essa parte lembra muito Harry Potter: um grande salão de jantar e Weaver atuando como um Dumbledore, só que nada simpática. Então é explicado o grande mistério da escola: o aluno que tiver as menores notas ao fim da semana é mandado para um lugar chamado “O Moinho” e nunca mais voltam de lá. É um motivo e tanto para os alunos se esforçarem ao máximo, não? Então é chegado o momento de tensão e um aluno chamado Simon é selecionado. Ele tenta fugir, mas é impedido por um monstro feito de retalhos chamado Stinch. Lucy tenta escapar, mas é impedida por Notch e lembra que ela só poderá sair da escola após a sua formatura, como manda o contrato que ela assinou. Então, Lucy terá que se virar em Hollow Fields para que ela não seja a próxima a ir para a dentenção e descobrir o maior segredo da escola por trás do velho moinho. Porque a senhorita Notch está selecionando crianças para lá? Quais são os seus verdadeiros planos como diretora da escola? Isso você terá que descobrir lendo o mangá!

A temida diretora de Hollow Fields, Senhorita Weaver!

Confesso que me surpreendi com Hollow Fields. Ele me ganhou já por sua bela capa e sua história bem profunda, como a história da Senhorita Weaver e dos outros professores da escola, como eles se tornaram o que são tal qual o verdadeiro plano de Weaver, etc. Tudo é muito bem explicado. Se você procura um mangá com traços limpos, história cativante e elementos “steam punk”, Hollow Fields é um mangá que não pode faltar em sua em sua coleção. Aprovado!

85

 

Facebook Comments

Roberto

Fanático por Segunda Guerra Mundial, amante de cultura japonesa e viciado em café nas horas vagas.

3 comentários em “Roberto Aprova #5 Hollow Fields

  • 23 de outubro de 2014 em 04:17
    Permalink

    Rooob, que resenha legal! *-*
    A gente sabe que a resenha é boa quando a gente lê sobre algo que nunca ouvimos falar mas já ficamos intrigados em saber como é! Adorei e quero ler! São só 3 voluminhos? Procurando AGORA pra baixar e ler 😀 (a não ser que queira me emprestar ahahah).
    O traço é realmente super fofinho 😀

    Anyways, adorei ;D

    Resposta
    • 24 de outubro de 2014 em 00:11
      Permalink

      Obrigado pelos elogios! *o* Comprei Hollow Fields na última Bienal que eu fui. Quem sabe você não encontra na próxima? 😀

      Resposta
  • 29 de janeiro de 2015 em 20:11
    Permalink

    Tive certo preconceito quando o comprei devido ao traço e por ser de uma australiana, mas acabei achando esse mangá o máximo! Pena que pouca gente o conhece. Eu penei para achar o último volume e só consegui terminar de ler esse ano. Muito bom o comentário, me identifiquei com o julgamento.
    Se possível gostaria que falassem do mangá Prophecy, caso alguém o tenha lido – que também foi lançado em três volumes e surpreendeu a mim e a amigos.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *