Isekai Shokudou #2 Impressões semanais

Aqui estou eu, para mais Impressões semanais de Isekai Shokudou. E aí, como vocês estão ? Como dito no artigo anterior, Shokudou parecia que sua trama, seria conduzida pelos seus clientes. E realmente foi isso que aconteceu.

Vamos conferir como foi esse fantástico episódio ?

Nesse segundo episodio, tivemos 2 historias sendo contadas. A primeira sobre o Diário de Willian e a segunda sobre o Lorde seeleman. As duas historias tiveram como protagonista humanos que nunca estiveram no restaurante. Eu queria ver mais sobre a raça dos demônios, mas espero que na próxima semana isso aconteça.Isekai Shokudou

Uma coisa que me incomodou foi o fato de eu jurar que a menina demônio só iria trabalhar por uma semana até o portal abrir novamente. Mas ela ainda estava trabalhando. Como deve funcionar isso? trabalha 1 semana e descansa 1 semana? Quero entender esse contrato de trabalho.

Sobre a historia do diário, gostei da garota que decide entender o que o antigo dono fazia toda semana em uma mina abandonada. Ela segue os passos marcado no diário, passa por uma passagem secreta e encontra a porta no meio do nada. Foi bem rápida a exploração da mina. Mas o legal foi a exploradora abrindo a porta e fica preocupada se tinha ativado alguma armadilha. Realmente me passou a sensação que essa menina estava em alerta para qualquer problema que surgisse.

Quando ela entra no restaurante e percebe que aquele não é um local ¨normal¨ do seu mundo. Mesmo sendo uma humana, fica nítido a presença do fantástico aos olhos dela. Tanto pelo fato de ter uma porta magica no meio de uma mina abandonada, quando pelo fato de ter um restaurante atras dela.

Um fator cultural que eu achei interessante nessa parte. É o fato de que no Japão é normal os restaurante darem água gelada para os clientes, mas pela perspectiva da exploradora isso não fazia sentido pois ela não pediu nada. Eu gosto desses pequenos detalhes que mostram o Isekai sem a necessidade de aparecer uma garota dragão ou um mago todo episodio.

Isekai Shokudou
Só pelos olhos você consegue ver que a comida é gostosa…

A segunda historia apresenta o samurai Tatsugoro indo entregar a espada do Lorde seeleman.

Entramos em um flashback de 3 anos. Mostrando o lorde tentando cumprir a sua missão, que não estava indo nada bem. Depois que o seu posto foi atacado por feras magicas, cabe a ele entregar uma mensagem pedindo reforços. Só que ao longo do caminho ele perde o seu cavalo e tem que se livrar dos seus equipamentos para conseguir chegar ao seu destino. É claro que ele não estava conseguindo e por sorte ele encontra o restaurante para poder reabastecer as suas energias.

Diferente do caso da exploradora, o lorde não pensa que pode ser uma armadilha, ele realmente acredita que vai conseguir ajuda dentro da casa. Apenas depois de entrar que ele começa a suspeitar do ambiente incomum que ele vê. Interessante como as pessoas aceitam com muita facilidade o fato de estarem em um local que fica em outra dimensão. Eu sei que estamos falando de um mundo magico, mas as pessoas deveriam ter um pouco mais de prudencia.

Isekai Shokudou
Nada melhor do que camarão para salvar o dia

Novamente nesse caso o que entrega que é um isekai é a comida. Encontrar camarões sendo vendidos longe do mar, realmente não é verossímil para o lorde. Ele logo pede os camarões, na verdade ele pede o mesmo prato varias vezes e depois retorna a sua missão. Como ele não tinha dinheiro ele entrega a sua espada como pagamento e promete retornar para pagar devidamente a refeição.

Isekai Shokudou
Ele realmente gosta de camarão.

Esse segundo episodio mostra bem como novos clientes se comportam com essa nova realidade e as diferenças culturais que eles trazem. Mesmo assim os misterios do restaurante ainda persistem.  Mas bem os mistérios devem serem resolvidos mais para frente.

Espero que tenham gostado e até semana que vem.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *