Companheiros de Bar #1 – Nozoki Ana

Por Daniel Nascimento

“Nozoki Ana” é classificado como um mangá adulto por conter cenas recomendáveis apenas para maiores de 18. Mas não se deixe enganar: por trás do cunho erótico existe uma boa história recheada de personagens com histórias interessantes e profundas esperando para serem descobertos por você, leitor.

Nozoki-Ana

Nozoki Ana é um mangá escrito e ilustrado por Honna Wakou. A obra conta a história de Tatsuhiko Kido, um rapaz que se mudou para Tóquio, vindo do interior, para entrar em uma escola de arte e começar uma vida nova.

Logo após terminar sua mudança, Kido percebe a existência de um pequeno buraco em uma das paredes de seu apartamento. Curioso, decide dar uma olhada e se surpreende ao ver que ,do outro lado do buraco, havia uma mulher mais ou menos da mesma idade que ele se masturbando. Pouco tempo depois ela, percebendo que estava sendo observada, também olha através do buraco e pega nosso amigo protagonista no flagra.

imagem 1“Viu? Tem um buraco aqui não?”
“Não consigo ver nada. Tem certeza que não é apenas sua imaginação?”

Tentando evitar algum mal entendido, Kido decide bater na porta da vizinha para assim tentar, de alguma forma, avisar sobre o buraco e convencê-la de que ele não é um tarado. Porém, após uma série de eventos, ele acaba caindo sobre sua vizinha e, quando menos se espera, ela tira uma foto de ambos nessa situação. A partir daí sua vizinha passa a usar essa foto como chantagem para fazê-lo manter o buraco aberto, sugerindo que comecem a seguir um esquema no qual ambos tem o direito de espiar o outro em dias alternados. O motivo disso? Ela se sente excitada com a situação.

“Sabe…. ver as pessoas em sua forma mais natural realmente me excita”

A partir de então, Kido passa a viver seus dias sob esse acordo – sendo observado pela vizinha e tentando controlar-se para não cair na tentação de espiar o que acontece no quarto ao lado. Sei que isso pode parecer um plot muito clichê para uma história com teor erótico, mas é a partir desse ponto que a autora faz a sua mágica e consegue nos deixar totalmente interessado no que vai acontecer.

Nozoki Ana é um mangá sobre relacionamentos, escolhas e como essas impactam as pessoas ao nosso redor. O personagem principal passa a maior parte da história preocupado com o que poderia acontecer se seus amigos descobrissem o segredo que existe entre ele e a vizinha, ao mesmo tempo que tenta viver uma vida normal.

 imagem 2

“Meu nome é Ikuno Emiru. Se não houver problema para você, Kido-san, vamos nos ‘exibir’ um para o outro”

Mas como é possível ter uma vida normal quando se tem uma vizinha misteriosa, intrigante e chantajista? Como viver uma vida normal sem tentar se envolver? E ainda: quais os motivos pelo quais a vizinha estranha faz o que faz? Todos esses questionamentos se intensificam quando Kido começa a se relacionar com uma de suas amigas de curso. A partir daí, sua preocupação passa a se focar no que poderia acontecer se sua namorada descobrisse esse relacionamento estranho entre Kido e sua vizinha.

Essa são as perguntas que ficam rondando o leitor e o personagem principal durante praticamente toda a história, tornando o mangá brilhante, na minha opinião. Pois esses questionamentos dão uma profundidade enorme aos personagens, fazendo com que as cenas eróticas tornem-se apenas secundárias perante o relacionamento do personagem com as pessoas ao seu redor.

Na minha opinião, um ponto que poderia ser melhor no enredo do mangá é o ritmo usado pela autora para contar a história. Ela varia muito durante o desenvolvimento do enredo, alternando entre partes muito dinâmicas com outras que são mais paradas, contando coisas simples do dia a dia do personagem principal. Talvez essa tenha sido a estratégia usada pela autora para dar um ar de “dia a dia” para alguns fatos da história, o que funciona bem em algumas partes porém em outras acaba deixando a história um pouco maçante demais.

Nozoki Ana é uma história que vale a pena ser lida. O desenho é bem feito, a história e seu desenrolar tem profundidade e vão manter o leitor interessado, principalmente quando o enredo começa a revelar mais sobre o passado de Ikuno Emiru. Com certeza foi uma surpresa boa quando a encontrei perdida entre uma lista de mangás. E a nota desse mangá é:

70

Facebook Comments

3 comentários em “Companheiros de Bar #1 – Nozoki Ana

  • 13 de Janeiro de 2015 em 23:25
    Permalink

    Acompanhei da metade dele até o fim, e digamos que, não foi massante a história, pq as vezes chegava a demorar 4 meses pra sair um novo capitulo e as vezes sai 5 por mês. Gostei mt do manga e recomendo ele.

    Resposta
  • 14 de Janeiro de 2015 em 21:06
    Permalink

    Quando eu li o mangá, todos os capítulos estavam disponíveis e eu acabei lendo todos na sequência. Talvez tenha sido esse o motivo pelo qual achei meio maçante alguns pedaços da história.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *