Resumo do “Pokémon Direct”: pouca emoção e muita reciclagem

“Pokémon repetido não completa Pokédex”

Se por acaso ganhássemos 1 real para cada vez que a Nintendo recicla um jogo e revende, ficaríamos milionários em poucos anos. E se recebêssemos mais 1 real para cada vez que a empresa anuncia um Direct, nós ficamos empolgados e no final saímos com um gosto amargo na boca, aí nos tornaríamos gamers bilionários. Após a conclusão do “Pokémon Direct” realizado essa manhã, teríamos mais 2 reais na conta, pois infelizmente tudo que vimos foram anúncios fracos de produtos reciclados que, ao menos a princípio, não empolgam.

O vídeo começa mostrando o Switch e nesse momento todos os pokémaniacos pensaram “Pokémon Stars / Eclipse: ele vem!”. Mas eis que de repente, não mais que de repente, nossos sonhos foram destruídos porque o primeiro jogo da franquia para o console é um port de “Pokkén Tournament”, intitulado “Pokkén Tournament DX“. Quais as novidades reais? Um modo de batalha em time, 3 vs 3, e quatro novos lutadores: Darkrai, Scizor, Empoleon, Croagunk (esses todos já existiam nos arcades japoneses) e Decidueye, esse totalmente inédito. E para apresentar todas essas incríveis novidades o Direct nos apresentou um trailer de 4 minutos em um vídeo de oito de duração total…

O segundo anúncio é o mais “novo” de todos. Em novembro a família 3DS receberá novos jogos da franquia: Pokémon Ultra Moon e Ultra Sun. O vídeo falou muito pouco sobre os novos títulos: eles terão uma história alternativa no mesmo continente de Alola com pokémon diferentes das outras versões. Pelo que deu para ver no brevíssimo trailer, teremos versões meio mecanizadas de Solgaleo e Lunala. Alguém pediu esses Pokémon Digimon? Alguém aqui pediu Black and White 2 tudo de novo? Eu não, então… nem me empolguei.

Basicamente foi isso aqui que rolou no Pokémon Direct

O último anúncio apela diretamente para a nostalgia: Pokémon Gold e Silver estarão disponíveis no virtual console do 3DS a partir de setembro. Compraremos? Talvez, a gente é pokemaniaco, otário e nostálgico, mas sejamos francos, não viemos ver esse Pokémon Direct para isso, certo?

Eu consegui errar TODOS os meus palpites para o vídeo de hoje. Nada de Pokémon Stars, nada de remake da quarta geração, amiibos… nenhuma novidade real, nenhum novo motivo de compra para o Switch e um sinal de alerta para o futuro da franquia. É bastante preocupante que a ultima coisa interessante levando o nome de Pokémon nos últimos 6 meses tenha sido Magikarp Jump.

Facebook Comments

Luklab

Mestre em Comunicação, 7,8 na escala Nerd, fã obsessivo de FMA, Marvel fanboy e defensor da tese de que George Martin é melhor que Tolkien.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *